Qual é a melhor rede social para começar um conteúdo geek?

Para conseguir bons resultados na internet, não é necessário ter conta em cada rede social disponível, mas sim entender qual delas é a melhor para o nicho geek. 

Como é sabido, as redes sociais são canais indispensáveis para a comunicação nos tempos atuais, de modo que é importante utilizá-las como um canal de contato direto com o público. 

Isso é importante levando em consideração que para uma marca crescer e alcançar o seu público mais facilmente, ela deve investir na sua presença digital. 

Mas é preciso saber como utilizar cada uma das mídias sociais de modo mais apropriado, para que ela traga os resultados desejados. 

Um conteúdo geek pode ser elaborado para as redes sociais de modo bastante assertivo, bastando para isso entender como funciona e qual o propósito de cada plataforma, para que seja possível organizar um planejamento eficiente. 

Da mesma maneira que uma gráfica especializada em etiquetas adesivas personalizadas precisa encontrar a rede que mais possui sinergia com o seu negócio, para escolher a melhor é necessário entender quais são os pontos positivos e negativos de cada uma delas. 

Este artigo tem como objetivo esclarecer quais são as principais mídias sociais do momento, assim como falar sobre as suas características, de modo que seja possível identificar qual é a melhor para começar um conteúdo geek. 

Se você quer saber mais sobre esse assunto, siga na leitura deste artigo e amplie os seus conhecimento sobre o tema. 

As principais mídias sociais e o conteúdo geek

As redes sociais se tornaram plataformas bastante versáteis, que permitem a divulgação de um produto como um totem publicitário, do mesmo modo em que comportam a abordagem de conteúdos geek e também de outros nichos. 

Mas é preciso lembrar que cada uma delas possui suas próprias características, possibilitando que uma empresa utilize-as de acordo com os seus objetivos. 

Entre as principais redes do momento, vale ressaltar:

  • O Facebook;
  • O Instagram;
  • O YouTube;
  • O Twitter;
  • O LinkedIn.

Para começar um conteúdo geek, também é fundamental conhecer um pouco mais sobre elas. Afinal, esse material pode ser informativo do segmento, mas também comercial para o oferecimento de almofadas personalizadas nerds para compra.

Como é sabido, ter um site já não é a única maneira de garantir uma boa visibilidade no mundo virtual. É preciso investir em novas frentes, como o uso das redes, para atrair e conquistar o público-alvo de uma marca.

Justamente porque há uma série de variantes quanto ao intuito do que se publicará nas mídias sociais, é necessário usá-las de acordo com o objetivo da empresa.

Por isso, antes de abrir contas nessas plataformas e sair publicando conteúdos sem uma estratégia, conheça os pontos positivos e negativos das redes. 

Em quais redes devo postar conteúdo geek?

Se você deseja investir em marketing de conteúdo e sabe da importância de direcionar um material de modo assertivo para os usuários de cada rede social, saber como elas funcionam pode ajudar nessa tarefa. 

Facebook para conteúdos geek

O Facebook é a maior rede social do momento. Com um número de usuários que já passa de 2 bilhões, tornou-se uma ferramenta potente para vários negócios. 

Lá, é possível utilizar anúncios para promover uma necessaire personalizada brinde do universo geek de modo bastante simples, graças à segmentação de publicidade oferecida pela rede. 

Além disso, as postagens, que comportam o uso de fotos e de textos mais longos, são ótimas ferramentas para a publicação de artigos geek. 

Outro ponto interessante é participar de grupos nerds do Facebook, onde uma série de pessoas que acompanham o mundo geek aproveitam o espaço para uma comunicação mais voltada para o segmento, com indicações e publicações na área. 

Ao produzir artigos ou vídeos, é possível compartilhar esses materiais dentro desses grupos, de modo a conquistar seguidores para a página, assim como para engajar os leitores a acompanharem de perto as publicações feitas no perfil. 

Se o público-alvo de uma empresa desse segmento é considerado jovem, talvez esse seja um dos pontos negativos da plataforma: segundo dados, 69% das pessoas que utilizam o Facebook estão na faixa etária dos 35-54. 

Instagram para conteúdos geek

O número de usuários do Instagram também é bastante impressionante, chegando a 1 bilhão de contas ativas no mundo todo. 

A rede permite que publicações possam ser feitas tanto no feed de notícias quanto nos Stories, além de indicar o uso de hashtags que facilitam a busca por postagens de acordo com o tema delas. 

Nesse sentido, quem elabora conteúdos geek e quer que eles tenham relevância dentro da rede, deve apostar no uso de expressões que auxiliem na busca no Instagram. Hashtags identificando postagens nerds podem ganhar bastante relevância na plataforma. 

Um dos elementos mais característicos do Instagram é o de ser uma rede social que foca a postagem de fotos, de modo que o conteúdo escrito que pode ser publicado em uma postagem é limitado a 2.200 caracteres e 30 hashtags.

Por isso, para promover um jogo americano personalizado geek, é fundamental apostar em imagens que atraiam visualmente o cliente. 

Já o ponto negativo nesse caso é de que os conteúdos escritos devem ser elaborados de modo sucinto, devido à limitação da escrita na plataforma. 

YouTube para conteúdos geek

Com cerca de 2 bilhões de acessos mensais, o YouTube é uma das plataformas sociais que mais cresce no mundo. Para a postagem de conteúdos geek, essa pode ser uma ótima opção. 

É preciso lembrar que o YouTube é uma rede especializada em vídeos. Dessa forma, pode ser uma alternativa para apresentar vários elementos para o público, como a fachada para loja geek e o seu espaço interno, assim como descrever os produtos vendidos no local. 

Depois da postagem de vídeos, é possível adicionar uma descrição do conteúdo, de modo que torne a busca do público nerd mais rápida. 

Nesse caso, é importante indicar outros vídeos que podem complementar os assuntos abordados dentro de um determinado material postado no YouTube, fazendo com que as visualizações cresçam de modo positivo na plataforma. 

Também é possível utilizar os anúncios nesta rede social, como uma forma patrocinada de garantir que mais pessoas sejam impactadas pelos conteúdos feitos para o público geek. 

O ponto negativo da rede pode ser o fato de que ela é voltada para a postagem de vídeos, de modo que essa característica pode dificultar quem possui limitações para assistir a um conteúdo em determinados momentos. 

Twitter para conteúdos geek

O Twitter é famosa rede social do passarinho azul, e pode ser uma plataforma bastante importante para promover conteúdos. 

Por ser conhecida como uma página dinâmica, o Twitter possibilita um rápido compartilhamento de informações geek, além de ser um site interessante para divulgar uma empresa de etiqueta de composição de forma simples.

As postagens são sempre exibidas em ordem cronológica e em tempo real para os seus usuários, e devem ser elaboradas em períodos curtos, pois cada publicação comporta 140 caracteres, deixando a leitura bastante ágil.

Em contrapartida, essa limitação pode ser uma dificuldade para postagens maiores, já que os assuntos abordados deverão ser curtos. 

Uma possibilidade, nesse sentido, é que o Twitter seja uma ferramenta para levar os seguidores para o site ou blog da empresa, de modo que leituras de assuntos geek maiores possam ser feitas em outras páginas da internet.

LinkedIn para conteúdos geek

O LinkedIn é uma rede que vem crescendo e conquistando o seu espaço no mercado. Já conta, atualmente, com cerca de 200 milhões de usuários, de acordo com os dados divulgados pela própria plataforma. 

O LinkedIn é conhecido pelo seu enfoque comercial, ou seja, tem como objetivo ligar profissionais e empresas, de modo a ampliar oportunidades de parceria e de empregos. 

Nesse sentido, pode ser uma boa oportunidade para a postagem de conteúdos geek voltados para o mercado, ajudando a divulgar produtos como display em acrílico personalizados para empresas do nicho nerd. 

Além disso, podem ser construídas parcerias interessantes entre marcas que querem se consolidar no seu segmento, e que atuam com a produção de itens exclusivos de personagens e HQs. 

Um dos pontos negativos do LinkedIn pode ser a limitação em termos de vendas, se o intuito do marketing de conteúdo for aumento de pedidos para um e-commerce geek. Já para o fortalecimento da marca, ele pode ser uma boa opção.

Considerações finais

As redes sociais são plataformas indispensáveis para quem quer compartilhar conteúdos geek e conseguir melhores resultados na divulgação de uma empresa, graças ao marketing de conteúdo.

Entender quais são os objetivos do negócio é fundamental, já que a escolha mais assertiva em relação à rede ideal para começar deve estar relacionada com essa meta. 

Dessa forma, é possível alcançar cada vez mais pessoas e obter um número crescente de leitores engajados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta