Saiba montar uma decoração geek com DIY

Pensar na decoração é um dos momentos mais agradáveis para quem está terminando de construir, reformar, alugar ou até mesmo comprando um novo imóvel.

Apesar de ser um momento muito empolgante, muitas vezes pode desanimar algumas pessoas por conta de gastos, que muitas vezes podem ser desalentadores.

Por isso, umas das tendências que estão mais em alta ultimamente é a DIY, uma sigla que, em inglês, significa “Do It Yourself” ou “faça você mesmo” em português.

Isso por que o DIY permite deixar a casa bonita e aconchegante, de acordo com a personalidade do morador e sem precisar gastar muito.

Depender apenas de lojas de decoração pode significar um gasto que não substituir algo criado por você mesmo.

Com um pouco de criatividade e tempo, conseguimos decorar nossa casa de maneira única e até sustentável. Além disso, o DIY é uma excelente maneira para relaxar, enquanto cuida da casa.

No meio dessas técnicas é possível renovar móveis, organizar todos os itens e criar itens exclusivos e que combinem com os moradores da casa.

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre o que é decoração DIY, dar dicas dessa decoração no universo nerd e diversas outras maneiras de utilizar o DIY para design de interiores.

O que é decoração DIY?

Pode-se dizer que mais do que um estilo, o DIY é um movimento que incentiva a criação de diversos itens decorativos que fazem parte de uma casa, apartamento, escritório entre outros.

Por meio desse movimento, é possível criar móveis, brinquedos, cuidar de jardins, hortas, customizar roupas e fazer diversas outras coisas.

Isso mostra que o DIY não está apenas ligado à decoração, mas sim a diversos outros aspectos que podem ser aplicados essa técnica.

Também é uma ideia que remete aos ideais de anticapitalismo e anticonsumismo, mostrando para as pessoas que todas são capazes de construir o que consomem.

Essa ideia se difundiu pelo mundo todo, levando milhares de pessoas a abandonarem o consumo de muitos itens para criarem aquilo que desejam consumir.

Além de permitir que essas pessoas economizem financeiramente, o DIY ajuda a preservar o meio ambiente. Isso porque ele também envolve a reciclagem, reaproveitando muitos materiais que iriam para o lixo.

Essa técnica pode ser aplicada de diversas maneiras e ninguém precisa ser artista plástico ou expert no assunto. Buscar conhecimento e maneiras alternativas de construir os itens é um bom começo.

Sendo assim, as principais formas de aplicação do DIY são:

  • Marcenaria;
  • Customização;
  • Robótica;
  • Eletrônica;
  • Tecnologia;
  • Consertos.




As pessoas precisam de consultoria de projetos de arquitetura para construírem suas casas e imóveis que pretendem usar. Mas, na hora de decorar, não precisam investir tanto.

A marcenaria é um exemplo disso, pois usando pedaços de MDF, caixotes de feiras, palletes e outros itens do tipo pode-se criar móveis novos.

Alguns exemplos são estantes de livros, mesas, camas, sofás, banquinhos, cadeiras e qualquer tipo de móvel que você imaginar.

Existem alguns projetos que são mais complicados porque eles são mais bem elaborados. 

Mas, os que se aplicam ao DIY são mais simples, bastando apenas uso de pincel, martelo, pregos, lixa e tinta.

Customizar roupas é uma das áreas que mais aplicam o DIY. Isso porque é possível estilizar uma peça toda, fazendo modificações nela. O DIY pode ser aplicado a qualquer tipo de tecido.

Na robótica, o DIY é aplicado na construção de robôs. Diversas estratégias são utilizadas e é possível encontrá-las em muitos sites para construir o seu próprio robô.

Uma das coisas mais procuradas hoje em dia é automação de iluminação residencial

Essa automação traz muita facilidade para o dia a dia das pessoas dentro de casa. Mas, com o DIY pode ficar ainda mais fácil.

Isso porque é possível construir diversos itens que são utilizados no dia a dia, como mouses, teclados, entre outros.

Na tecnologia, um exemplo de aplicação do DIY é a instalação de um software customizado no roteador, para melhorar o sinal de wi-fi.

Aplicar um papel de parede por conta própria é também uma maneira de aplicação do DIY. 

Com um pouco de paciência e dedicação, muitas coisas podem ser feitas de maneira mais independente e criativa.

Dicas de decoração geek DIY

A decoração geek foge dos padrões de decoração que são usados pela maioria das pessoas para trazer um novo conceito. 

Séries e filmes aclamados pelo público, assim como jogos de videogame entram em cena na decoração.

Quadros, mobílias, objetos decorativos e até papel de parede podem ser preenchidos por essa temática de decoração. Outra dica é aplicar um conceito geek na pintura interna de casas.

A decoração geek é simples, mas é importante se atentar a detalhes para que ela não perca sua essência nerd e acabe se tornando infantil demais.

As cores mais empregadas nesse tipo de decoração são branco, preto, cinza e alguns tons de azul. Outras cores podem ser utilizadas nos detalhes, como vermelho e amarelo, além de móveis com detalhes metálicos e iluminação indireta.

Um dos filmes mais escolhidos para decoração geek é a saga Harry Potter. Ele pode ser usado na decoração de diversas maneiras, principalmente nos quartos. 

Para complementar, usar uma persiana blecaute rolo complementa a decoração e torna o ambiente agradável para assistir a todos os filmes de Harry Potter.

Uma dica é fazer a famosa placa da “Plataforma 9 ¾” para decorar o ambiente. Para isso, basta usar uma placa de madeira um pouco maior do que a imagem da placa quadrada e outro de mais ou menos 43 centímetros.

Pinte a placa de preto e imprima da internet uma imagem da placa 9 ¾ para desenhar o seu contorno em um papel paraná. Após feito isso, recorte o molde e pinte suas bordas com tinta preta.

Com um pincel, passe cola pelo molde de papel paraná e, sem seguida, cole a imagem com bastante cuidado. Repita o processo do outro lado do molde.

Passe cola quente na lateral da imagem e cole no pedaço menor de madeira. Usando um arame em formato de “U”, cole-o na parte de trás da madeira para pendurar a placa na parede.

Para a segunda placa, recorte todas as letras que formam a placa na internet e posicione-as em cima da madeira maior. Para colá-las, utilize cola branca. Com arame e cola quente, a placa pode ser fixada na parede.

Essa decoração pode ser usada em ambientes que predominem cores claras como o branco, tanto em quartos quanto em salas, principalmente se houver uma escada em U.

A decoração geek é muito criativa e o DIY pode ser empregado a ela de muitas maneiras. 

É possível criar, por exemplo, um armário que lembre um cubo mágico, relógio em formato de livro e milhares de outras maneiras.

Pesquisando ideias pela internet, é possível encontrar até abajures, almofadas e também placas decorativas super heróis.

Dicas de design de interiores

O DIY é muito aplicado na criação de novos móveis para os ambientes. Um exemplo disso é um sofá feito com palletes.

Para fazer esse sofá, é necessário:

  • 6 pallets;
  • Lixa grossa;
  • Pregos e parafusos;
  • Furadeira e martelo;
  • Verniz;
  • Futtons, colchonetes ou almofadas para o assento.

Esse sofá poder utilizado até mesmo em uma sala de TV planejada. Para começar, lave e lixa muito bem, os pallets, deixando as bordas arredondadas.

Retire duas ou três placas da parte do meio do pallet, que será usada como base do sofá. Coloque o segundo pallet e parafuse um ao outro pelas extremidades.

As partes retiradas antes devem ser colocadas em torno do pallet de cima. Essa é a parte que manterá as almofadas no lugar. Lixe para melhorar o acabamento e use porcas para fixar.

Para fazer o encosto, basta desmontar uma parte do pallet e encaixá-la entre as ripas com um ângulo leve. Use outras ripas para sustentar ainda mais o encosto.

Após isso, é só acrescentar as almofadas ou outros materiais que você escolheu para deixar o sofá confortável e ele finalmente está pronto.

Outros itens podem ser criados, como organizadores feitos de caixa de leite, abajur com garrafa de vidro, pintura de móveis, decoração para o quarto do bebê, artesanato com palitos de sorvete, mouse pad personalizado gamer e muitas outras opções.

Usar o DIY é uma maneira de economizar, mais também de soltar a imaginação e criar itens exclusivos, feitos especialmente para determinado ambiente.

Além de trazer toda essa exclusividade, permite o acesso a itens decorativos que muitas vezes são caros se comprados em lojas e que podem ser feitos com muita facilidade em casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Deixe uma resposta